Gluc!

Blog do Wado Ludo.

Wii de Ultra Hand – Review

wiiultrahand

A Nintendo acaba de lançar Wii de Ultra Hand no WiiWare japonês, apenas para membros do Club Nintendo, e o Gluc! traz um review no ato.

Continue lendo

Anúncios

09/11/2009 Posted by | Games, Reviews | , , , , , | 1 Comentário

Mr. Driller W – Review

mrdrillerwSabe aquele tipo que, por mais que você lance trocentas seqüências, o jogo continua a mesma porcaria de sempre? Então, Tetris é legal, todos os Tetris que você jogar será a mesma coisa, e qualquer Tetris irá te satisfazer, de uma maneira de outra.

Aí temos Mr. Driller. Lançado originalmente nos arcades pela Namco, o jogo fez sucesso e foi lançado em uma porrada de outras plataformas, como PlayStation, Game Boy etc. O que raios você faz no jogo? Você começa em cima de um monte de blocos quadrados e tem de ir quebrando os blocos e cavando um buraco cada vez mais fundo. Os blocos podem cair em cima de você, te fazendo perder uma vida. Quanto mais você cava, com menos ar você fica, forçando-o a procurar umas cápsulas de ar no meio desses blocos. Quem diabos botou essas cápsulas lá?

mr-driller-w-01Enfim, a Namco lançou Mr. Driller 2, Mr. Driller G, Mr. Driller A, Mr. Driller Drill Land, Mr. Driller Drill Spirits, Mr. Driller Online e… Mr. Driller W. E vou dizer uma coisa, mesmo com tantos modos diferentes de jogo, o esquema é o mesmo sempre. Vá quebrando os malditos blocos o mais fundo possível. Mr. Driller W, disponível no WiiWare, é apenas mais do mesmo, com um único modo apenas (o básico) e algumas poucas fases. Tudo bem que o jogo só come uns 800 pontos, mas ainda assim, é mais um jogo caça-níquel.

Isso é praticamente tudo a ser dito sobre o jogo, o que mostra a minha vontade de fazer reviews bem detalhados.

Mr. Driller foi lançado para Wii em fevereiro de 2009 no Japão e em agosto de 2009 nos EUA e Europa, pelo serviço de downloads WiiWare. Custa 800 Wii Points.

Nota: 5,7

Curiosidade: o protagonista de Mr. Driller é Susumu Hori, filho de Taizou Hori (protagonista de Dig Dug) e Masuyo Toby (ou Kissy, protagonista de Baraduke). Os pais são separados. Susumu é dublado por Mitsuko Horie, eterna pelas aberturas de Himitsu no Akko-chan e Candy Candy, e que recentemente fez apresentações no Brasil. Tem uma música-tema inclusive, provavelmente uma das minhas músicas preferidas dela. Taí embaixo:

06/11/2009 Posted by | Reviews | , , , , | Deixe um comentário

Need for Speed: Most Wanted – Reviewzinho

Tenho jogado Need for Speed: Most Wanted. Quase 4 anos depois do jogo ser lançado… Pra falar a verdade, antes do Most Wanted o último NFS que joguei tinha sido Hot Pursuit. Fala sério! Hot Pursuit é de 1998. Pois é. Eu nunca mais tinha dado atenção a Need for Speed depois que encontrei Gran Turismo. Este e Diddy Kong Racing me satisfaziam como sólidos e interessantes jogos de corrida, o que Need for Speed na época falhava em fazer.

O tempo passou e NFS evoluiu. Claro que eu não acompanhei essa evolução. Pra falar a verdade nem os dois Underground eu joguei. Comecei no Most Wanted, achei legal à beça, mas foram alguns poucos minutos na casa de um amigo. No mês de lançamento do Wii, comprei o Carbon para o novo console da Nintendo. O jogo não me desapontou, mas os esquisitos controles me fizeram esquecê-lo por um tempo. Eis que este ano, joguei-o até o fim após me acostumar com o, se não me engano, controle Type-4. Aquele que você inclina o Wii Remote para acelerar e controla o carro pelo analógico do Nunchuck. Certo, descobri como os NFS modernos eram bacanas. Então resolvi pegar o NFS Most Wanted do Xbox 360 que eu ganhei uns tempos atrás e jogá-lo até o fim também.

Não que eu tenha jogado muitos jogos da série, mas acredito que este seja o meu preferido até então. O estilão GTA de sair correndo pela cidade é muito bom e as perseguições policiais são realmente divertidas. O modo carreira é um pouco maçante, já que lá pelo meio do jogo, você percebe que muitas partes da cidade serão usadas muitas e muitas vezes em várias corridas. Fora isso, os modos de corrida me agradaram. Ainda não terminei o jogo, portanto algumas opiniões podem mudar, mas é definitivamente um dos meus jogos favoritos de corrida desta década.

Nota: 8.9

27/10/2009 Posted by | Games, Reviews | Deixe um comentário